STG - Sejam Bem vindos!

 Palavra do Presidente

Servir a Deus é um privilégio santo que Ele concede aos seus eleitos. Servi-lo neste concilio é uma dádiva de Deus. Dádiva porque Deus em sua infinita grandeza, graça e misericórdia têm reunido neste colegiado de presbíteros docentes e regentes, homens comprometidos com a proclamação do verdadeiro evangelho, a glória de Deus e a unidade e crescimento da igreja.

Sonhamos com um concílio, cada dia mais, reconhecidamente de linha bíblica e pastoral, envolvido com o pastoreio mútuo, o cuidado com os novos vocacionados, o incentivo a plantação e parcerias com as novas igrejas.

Certamente os desafios e obstáculos das mais diversas igrejas e congregações do nosso Sinodo são muitos, as demandas outras mais, contudo confiamos no Deus que controla a história da sua igreja, o Deus a quem pertencemos, em quem existimos e nos movemos; cremos também que o “povo que conhece ao seu Deus se tornará forte e fará proezas” Dn. 11:32.

Assim diferentemente dos pressupostos humanos, administrativos, econômicos, emocionais, sociais, culturais e pessoais, que norteiam  a cosmovisão da natureza adâmica gerando medo, fuga, omissão, indiferença, quando diante dos desafios e conflitos existências, seremos o povo da Palavra, da coragem, da ousadia e da fé. Para quando diante dos desafios numéricos, anunciaremos ainda mais o evangelho; diante dos desafios doutrinários, firmaremos unicamente na Palavra; diante dos desafios culturais, daremos uma resposta bíblica para esta geração; diante dos desafios  financeiros ao invés de cortes, buscaremos o crescimento; diante dos desafios sociais, daremos as mãos em favor do outro, diante do pecado, buscaremos uma vida santa.

Obviamente está é uma realidade que pertence a aqueles que servem a Deus com alegria se acham “inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o trabalho não é vão”, está é uma realidade para aqueles que confiam plenamente que o Eterno é “poderoso para fazer tudo muito mais abundantemente além daquilo que pedimos ou pensamos, segundo o poder que em nós opera”.

Portanto rogamos a Deus que o Sínodo de Taguatinga seja este povo forte e ativo, que promove a glória Daquele a quem todos devem adorar, pois está escrito “que toda criatura que há no céu e sobre a terra, debaixo da terra e sobre o mar, e tudo o que neles há, estava dizendo: Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos”. Deus abençoe o Sínodo de Taguatinga.

Rev. Ricardo Oliveira, nada mais que um servo. A Glória é Dele Somente.